Em entrevista, Carlos Tadeu, o Paulista, fala um pouco da sua luta por melhorias no esporte de Parnamirim e sua nova causa juntamente com o Sargento Adailton.

Paulista fala sobre sua nova trajetória agora junto com o Sargento Adailton em prol da formação do Conselho de Esporte de Parnamirim.

 

O mais conhecido como “Paulista”, Carlos Tadeu do Nascimento, é Atleta de Corrida, morador de Parnamirim e há 12 anos busca melhorias para o esporte de Parnamirim. Sua nova trajetória agora é montar um conselho de esporte juntamente com o apoio do Sargento José Adailton.

 

Os dois atletas, buscaram informações por meio de reuniões que participaram recentemente na Casa de Conselho de Parnamirim. Tendo visto que não foi possível a participação do Secretário de Esporte Rodrigo Albuquerque, por problemas internos na reunião desta última terça-feira (29), foi possível contar apenas com a presença da Kátia de Jesus que é coordenadora. E como ela já havia nos recebido na sexta-feira da semana anterior.

Na ocasião ela mesma já havia adiantado informações sobre quais os passos devemos seguir para a formação de um Conselho. Diante de toda a informação fornecida concluiu-se que a missão é reunir de três ou mais representantes de Associações existentes em Parnamirim, cada uma representando uma modalidade de esporte.

 

 

Em vídeo gravado para divulgar nas redes sociais por meio da internet, o “Paulista” deixa seu recado pedindo a colaboração de atletas e desses representantes de Associações. Fazendo o convite para participar e entrar em contato.

“Estou pedindo colaboração dos atletas que querem participar e das Associações que querem participar, que venham. Que venham entrem em contato com o Adailton. Adailton conversa com vocês e a gente monta essa Associação. Porque é preciso de duas ou três. Duas ou três Associações ou mais. Então espero que vocês entrem em contato.”

 

E sobre sua luta pelas melhorias em prol do esporte de Parnamirim o “Paulista” cita a mudança da pista da Cohabinal a qual ele vem buscando reparos, isso já há muito tempo. Fala também que já participou de três São Silvestres, participou da Corrida de Atletismo de 24 horas do RN, pelo Clube de Atletismo de Natal há 15 dias, ele e Adailton. Ressalta que Adailton ficou em terceiro lugar.

 

“Eu cheguei a 36km fiz um tempo razoável para essa luta, para essa busca de 42 quilômetros, que foi a primeira vez que eu fui com todos os meus problemas. Mas eu estou vendo aqui que os atletas de Parnamirim estão necessitando de algo mais, uma ajuda da Prefeitura. Uma ajuda da Secretaria de Esporte para que possa levar o nome da cidade lá fora. Muitos deles levam o nome da cidade lá fora as vezes com seu próprio dinheiro. Levam o seu sanduiche, levam sua água e vão correr em outras cidades”. Completou Paulista.

O Conselho de Esporte servirá justamente para apoiar os atletas nesses requisitos, segundo Paulista, “Esse conselho é para dar um apoio aos atletas. Uma retaguarda, se ele não tiver dinheiro para hospedagem, se ele não tiver dinheiro para condução, certo?  Dinheiro e a verba vem do governo, nós sabemos disso, mas precisamos conversar com o Secretário de Esporte pra ver como anda esse andamento de arrecadação, desse fundo que vem do governo para Secretaria de Esporte, para podermos trabalharmos dentro desse Conselho.”

Só com o apoio de representantes de Associações, essas as quais cada uma trabalhando com uma modalidade diferente de esporte, atuantes em Parnamirim, é que se consegue então formar esse Conselho, o qual também vai atuar fiscalizando e melhor distribuindo a verba para esses atletas que estão passando necessidades. E alguns até tentam buscar patrocínios de empresários para se manterem no esporte.

“Muitos deles não tem nem patrocinador. Pelo o amor ao esporte, tanto no ciclismo quanto em outros esportes. As pessoas adoram o esporte aqui na Cidade de Natal, você entendeu?  Temos dois atletas ótimos aqui em Natal, temos ciclistas ótimos, mas não tem apoio então nós estamos criando esse Polo de Conselho para ajudar. Para ajudar esses atletas e através da Secretaria de Esportes e da Prefeitura nós podemos juntarmos e fazer esse polo aí, e dar esse apoio pra levar o nome de Parnamirim pra fora. Eu já vi um atleta ir pra Rússia que a Prefeitura bancou a estadia dele lá…”.  

Finaliza dizendo, “então nós montando esse polo, nós vamos fiscalizar, ver como que está o andamento desse dinheiro que vem do governo para o esporte e tentar ajudar os atletas na medida do possível, não fazer o impossível. Fazer aquilo que nós possamos prometer e cumprir. Prometer e cumprir é que nós podemos fazer, é isso. E é isso que a gente vai tentar fazer pelos atletas aqui de Parnamirim.”

 

O Sargento José Adailton Já vem desde 2004, tentando mudar essa situação do esporte junto com os atletas e mesmo assim sozinho sem apoio de órgãos públicos. Ele que mesmo sendo Sargento da Polícia Militar de Natal, é também um atleta de corrida e fundou uma Associação a qual o nosso personagem principal, “o Paulista” fala no vídeo em forma de agradecimento sobre o prazer que tem em participar e sobre outras causas que defende junto com a Associação.

 

“Ele tem uma Associação, ele sustenta do bolso dele a Associação. Ele tira dinheiro dele pra sustentar a Associação. A Secretaria de Esporte não colabora, mas a gente com esse polo, a gente vai tentar fundir essa Associação com a Secretaria e tentar uma ajuda também pra a Associação do Adailton que são de 15 ou 20 atletas.”

 

Paulista encerra o vídeo agradecendo também a outros colaboradores atuantes nessa nova caminhada, como a Coordenadora do Centro de Controle Social a Kátia de Jesus, a Promotora e Advogada Luciana Lopes por sugerir essa ideia de criar esse Conselho de Esporte.